Sábado é dia de combate ao mosquito Aedes aegypti em Blumenau

3d222c285f075caa95fcce3a32cb4b43

Blumenau está engajada para o Dia D de mobilização para o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya, previsto para acontecer no próximo sábado (13).

Ações educativas e de vistoria estão previstas para acontecer nessa data, coordenadas pela Secretaria Municipal de Saúde, com o apoio de outros órgãos da Prefeitura, e de entidades como Corpo de Bombeiros, a equipe do 23º BI e do Jeep Club da cidade.

A finalidade do Dia D é aprofundar o nível de conscientização da população quanto à gravidade das doenças e à responsabilidade da população no combate ao mosquito. A previsão é de que seja distribuído material informativo em locais de comércio e grande circulação de pessoas na cidade, com esclarecimentos sobre os procedimentos a serem tomados para evitar manter em casa possíveis criadouros para a fêmea Aedes depositar seus ovos.

Denúncias de possíveis focos podem ser feitas pelo telefone da ouvidoria da saúde, 3381-7770.

Situação em Blumenau

Blumenau tem hoje 10 focos onde foi identificada a larva do mosquito e que são monitorados semanalmente pelos agentes de combate a endemias da Secretaria de Saúde. Em relação aos casos confirmados das doenças transmitidas pelo Aedes, Blumenau tem hoje seis casos de dengue e um de chikungunya, todos importados, ou seja, as pessoas viajaram para outros estados e foram infectados nesses locais e não aqui na cidade.

Não há em Blumenau nenhum caso confirmado de zika, mas uma gestante ainda aguarda o resultado do exame. Das 41 notificações de dengue, 26 amostras já retornaram do laboratório estadual com resultado negativo e nove ainda aguardam análise. Três suspeitas de chikungunya também estão esperando o resultado.

O Dia D

Atendendo a convocação do Governo Federal, a Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina solicitou que todos os municípios do Estado realizem, principalmente neste dia 13, sábado, ações conjuntas e coordenadas para a eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, a fim de reduzir o risco de uma epidemia.

Marília Prado

Um comentário

  1. Boa noite : Quero deixar registrado a minha revolta aos responsáveis por eliminar focos do mosquito da denge. Fiz uma denúncia de uma piscina próxima da minha casa em uma casa abandona,com água podre, já faz mais de um mês e até agora ninguém fez nada.Muito triste.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome