Prolongamento da Humberto de Campos está 30% executado

23ce187b24765862c050ceacf0b22e6e

Os trabalhos no prolongamento da Rua Humberto de Campos, no bairro Velha, já estão 30% executados. A obra conta com R$ 37 milhões em investimentos municipais e de mais R$ 30 milhões nas desapropriações de propriedades particulares.

A previsão é que o primeiro trecho do complexo, estabelecido entre as ruas Marechal Deodoro e Antônio Hafner, esteja concluído no primeiro semestre deste ano. Cerca de 70% dos imóveis a serem incorporados já foram negociados com os proprietários.

Atualmente, seguem em andamento as fundações do viaduto da Rua Gustavo Budag, que terá 13,20 metros de extensão. Outras duas estruturas similares, situadas na Rua Joaquim Nabuco e na Via Projetada 81, já estão concluídas. A construção da ponte de concreto sobre o Ribeirão da Velha, com 60 metros de extensão, também está pronta.

As equipes realizam ainda serviços de terraplanagem na região situada entre a ponte sobre o Ribeirão da Velha até a Rua Dr. Antônio Haffner. Também está em execução a rede de drenagem na área entre a ponte até a Rua Londrina.

Prolongamento terá 30 metros de largura

O prolongamento integral compreende a extensão de dois quilômetros da Rua Humberto de Campos, fazendo a via chegar até a Rua General Osório, na confluência com a Rua Tóquio, desafogando o trânsito intenso da região. A execução faz parte do projeto do Corredor Oeste, proposta lançada para a melhoria da mobilidade urbana.

No trecho, a Rua Humberto de Campos passará a dispor de 30 metros de largura, distribuídos em seis faixas de tráfego, sendo três por sentido: duas para os veículos e uma para o transporte coletivo.

Ao longo do trajeto, haverá canteiro central, passeios para pedestres e ciclovias. A estrutura será composta ainda por três viadutos, alças de acesso, retornos e uma ponte de 60 metros de extensão.

Com informações da PMB

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome