Presidente suspende temporariamente aumento de preços de medicamentos

Reajuste de preço dos remédios é adiado - foto da Agência Brasil
Reajuste de preço dos remédios é adiado – foto da Agência Brasil

Em publicação na tarde desta terça-feira (31) no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro anunciou a suspensão do reajuste de preço de medicamentos por 60 dias, que ocorreria conforme previsto na Legislação.

O reajuste seria de cerca de 4%, segundo a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, e deveria entrar em vigor nesta amanhã (1º). O presidente afirmou que a suspensão foi “em comum acordo com a indústria farmacêutica”.

A medida foi tomada em decorrência da crise causada pela expansão dos casos de coronavírus (covid-19) no Brasil. O balanço divulgado hoje pelo governo federal mostra que o país tem 5.717 casos da doença

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome