Prefeitura oferece 2% de ganho real em dois anos e revisão da tabela

Uma proposta para por fim a greve foi apresentada na manhã desta segunda-feira (23) pela Prefeitura de Blumenau. Ela prevê 0,5% de ganho real para dezembro deste ano, mais 0,5% para maio de 2015 e 1,0% para maio de 2016, além do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Porém, este ganho real fica condicionado ao crescimento da receita corrente líquida, além do INPC.

A prefeitura mantém o desconto dos dias parados. O secretário de Gestão Governamental, Paulo Costa, manifestou que a Administração Municipal não vai ceder neste ponto, já que, segundo ele, o prefeito pode ser processado por improbidade administrativa.

Somente o dia 9 de julho, enchente, o primeiro e o último dia da greve serão abonados. Os descontos ainda podem ser parcelados em três vezes e as faltas constaram na ficha, evitando perda de benefícios.

A proposta fala ainda em Revisão da Tabela Salarial já em 2014. “Levando em consideração que existem categorias que precisam ser reenquadradas dentro do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos, o município se compromete com a revisão parcial do Plano”. O documento ainda prevê o cronograma da revisão, tendo a publicação ainda hoje e o término com o envio do projeto a Câmara em 31 de março de 2015.

A proposição é uma resposta a uma proposta apresentada pelo Sindicato Único dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Blumenau (Sintraseb) que previa a reposição das perdas acumuladas durante o Governo Décio Lima com um percentual de 3% ao ano e o não desconto dos dias parados. Ela foi rejeitada nesta manhã.

Administração apresenta proposta para o Sintraseb (Marcelo Martins)
Secretário de Administração, Carlos Schramm, apresenta proposta para o Sintraseb (Marcelo Martins)

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome