Prefeitura e sindicato entram em acordo sobre cobradores

Um projeto aprovado pela Câmara de Blumenau na última semana gerou muita polêmica por permitir a retirada de cobradores em linhas com poucos usuários. Já na quinta-feira, um dia antes da paralisação de alguns serviços públicos, os motoristas e cobradores ameaçaram uma greve geral a partir desta terça-feira (02).

A proposta, enviada ao Legislativo pela Prefeitura, altera uma Lei já em vigor para definir a retirada de cobradores em linhas de baixa demanda. Ficaria estabelecida a retirada onde o índice passageiros por quilômetro seja igual ou inferior a 1.

O que gerou a polêmica com a classe foi a remoção do trecho que previa uma consulta prévia ao sindicato para remoção do cobrador, o que já é previsto atualmente.

Porém, a diretoria do sindicato da categoria, o Sindetranscol, se reuniu com o presidente do Seterb, Carlos Lange, e entraram em um acordo para envio de um novo projeto com o mesmo teor, mas prevendo a consulta ao sindicato para a retirada dos cobradores.

Com isso, os ônibus devem funcionar normalmente nesta terça-feira.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome