Prefeitura realiza ações de bloqueio vacinal contra febre amarela

A Secretaria de Saúde de Blumenau está realizando ações de vacinação contra a febre amarela nas residências quando primatas são  encontrado morto em alguma região de Blumenau. Esse é um procedimento constante, que segue protocolo do Ministério da Saúde, chamado de bloqueio vacinal.

Em fevereiro, uma equipe volante específica para esta ação foi contratada pela Semus. Composta por um motorista, um agente administrativo e duas técnicas em enfermagem, a equipe visita casas até aproximadamente 300 metros, a partir de onde o corpo do macaco tenha sido encontrado. Mesmo que a causa da morte não seja febre amarela, a recomendação é de que se faça a vacinação naquelas pessoas que ainda não estejam protegidas, como uma ação preventiva.

A população pode e deve receber a equipe e se vacinar nesses casos. A proteção também está disponível durante o ano todo nas salas de vacina do município. Indicada para crianças de nove meses a pessoas de 59 anos, o novo esquema de vacinação definido pelo MS a partir de 2020, prevê que as crianças tomem uma dose aos 9 meses e façam reforço da vacina aos 4 anos. Acima dos 5 anos de idade, a dose única é a recomendação.

Equipe da Secretaria de Saúde que faz o bloqueio vacinal
Equipe da Secretaria de Saúde que faz o bloqueio vacinal

Este ano a Vigilância Epidemiológica registrou a morte de 70 macacos e fez a coleta de material para análise da causa, de pelo menos 30. Desses, três tiveram resultado positivo para febre amarela. A maioria foi encontrada na região Norte da cidade.

Blumenau registrou em 2020 um caso de febre amarela em humano: um homem, de 26 anos, morador do bairro Itoupava Central, que não possuía registro de vacinação contra a doença.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome