Polícia Militar prende 31 e mata dois ligados aos ataques no Estado

Os ataques de facções criminosas contra o Estado e a sociedade são uma realidade pelo terceiro ano seguido: já são mais de 52 ocorrências com perfil de terrorismo. A Polícia Militar ainda tenta entender o que está gerando os ataques, mas já se sabe que a ordem saiu de dentro de presídios.

Acompanhe a cobertura da repressão ao crime em Santa Catarina.

Até às 20h de quinta-feira (02), 22 ônibus já haviam sido incendiados por toda Santa Catarina. Quatro bases policiais também foram atacadas, mas o perfil de terrorismo é demonstrado por outro número: 11 residências de agentes de segurança, policiais civis e militares, já foram atacadas. Quatro viaturas e três instalações públicas também foram avariadas.

Mas o saldo de detidos e mortos também não param de crescer: já são 31 suspeitos presos e dois mortos. Nove adolescentes foram apreendidos e duas armas foram apreendidas.

Municípios atingidos e ocorrências:

– Balneário Camboriú: 1
– Biguaçu: 1
– Campos Novos: 2
– Chapecó: 1
– Criciúma: 2
– Florianópolis: 10
– Gaspar: 1
– Gov. Celso Ramos: 1
– Guaramirim: 1
– Itapema: 2
– Ituporanga: 1
– Joinville: 5
– Navegantes: 1
– Palhoça: 6
– São José: 6
– Tijucas: 2
– São Francisco do Sul: 2
– Balneário Rincão: 1
– Itajaí: 3
– Blumenau: 2
– Camboriú: 1
– Lages: 1
– Piçarras: 1

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome