Polícia fecha mais de 30 locais que descumpriam decreto de emergência

Polícia CIvil fecha estabelecimentos que descumpriam decreto - foto da PC
Polícia CIvil fecha estabelecimentos que descumpriam decreto – foto da PC

A Polícia Civil cumpriu nesta quarta-feira (18) em Blumenau as medidas previstas no decreto do governador Carlos Moisés, que visam impedir o funcionamento de serviços não essenciais para conter o coronavírus (Sars-Cov-2).

Foram mais de 30 estabelecimentos, como bares e lojas, fechados por não estarem cumprindo as regras do decreto. A fiscalização continuará ocorrendo no período de emergência para evitar a proliferação do coronavírus.

Você pode denunciar o funcionamento irregular pelos números 181, da Polícia Civil, ou 190, da Polícia Militar. Conheça as normas:

Suspensas as atividades por 7 dias:

  • proibição da circulação de veículos de transporte urbano municipal e intermunicipal de passageiros (portos e aeroportos não entram na medida);
  • fechamento de academias, shoppings, restaurantes e comércio;
  • suspensão de serviços públicos não essenciais;
  • vetada a entrada de hóspedes no setor hoteleiro;
  • as medidas não atingem serviços essenciais como: serviços de saúde, funeral, farmácia, supermercados, postos de combustível, gás e água.

Suspensas atividades por 30 dias:

  • eventos de caráter público ou privados – qualquer reunião de público em qualquer número de pessoas (exemplo: cursos, cultos, e outras aglomerações).

Nas regiões de contágio comunitário:

  • a indústrias deve operar em capacidade mínima necessária (o conceito ainda será construído junto à indústria).

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome