Polícia Civil prende último foragido pelo assalto ao Bradesco de Apiúna

A Polícia Civil de Ascurra prendeu ontem (20) supostamente o último envolvido no assalto ao banco Bradesco de Apiúna em dezembro de 2019. Agora são oito presos, um morto, armas de grosso calibre e dinheiro apreendidos.

O suspeito preso ontem é acusado de roubo majorado, tentativa de homicídio qualificado e organização criminosa. Os crime estão relacionados ao assalto ao banco Bradesco de Apiúna no dia 17 de dezembro de 2019.

A prisão do investigado ocorreu na cidade de Lontras, após cinco meses de diligências. O homem foi denunciado pelo Ministério Público da Comarca de Ascurra com base nas investigações da Polícia Civil e era o último foragido pelo crime.

Último foragido pelo assalto ao banco Bradesco de Apiúna é preso - foto da Polícia Civil
Último foragido pelo assalto ao banco Bradesco de Apiúna é preso – foto da Polícia Civil

De acordo com a apuração, sua participação foi fundamental na execução do roubo, considerando que o conduzido foi o responsável pela fuga dos demais criminosos após o abandono de um veículo Honda Civic.

Com a prisão são oito assaltantes presos e e um morto em confronto com a Polícia Militar. Além de dinheiro e materiais do roubo, foram apreendidos um fuzil M5, um AK-47, armas menores e dinamites.

A Polícia Civil informou que “o crime gravíssimo contra o banco Bradesco, na cidade de Apiúna, está definitivamente solucionado, com a identificação e a prisão de todos os assaltantes que participaram do crime”.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome