Polícia Civil indicia 80 pessoas por ataques em Santa Catarina

Ônibus incendiado na Velha (Jaime Batista)
Ônibus incendiado na Velha (Jaime Batista)
Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil Edição: Fábio Massalli

A Polícia Civil de Santa Catarina entregou hoje (23) à Justiça o inquérito de investigação da mais recente série de atentados ocorridos no estado, iniciados em 26 de setembro. Ao todo, foram indiciadas 80 pessoas, além de 15 a 20 adolescentes envolvidos nos ataques. De acordo com a polícia, todos os indiciados têm passagem por prisões em Santa Catarina ou em outro estado.

“Todos os mandantes deste inquérito policial foram identificados. Eles já estavam presos ou foram presos”, disse o delegado Procópio Neto, responsável por presidir o inquérito, em declaração divulgada pela Polícia Civil. O inquérito foi instaurado há cerca de um mês, mas o trabalho não foi encerrado. “É um trabalho contínuo. Há outras investigações em andamento”.

Na madrugada de terça-feira (21) para quarta-feira (22) houve um novo episódio de ataques no estado. Dois carros e um ônibus foram incendiados em Santa Catarina. Com isso, subiu para 113 o número de ataques ocorridos no estado desde o final de setembro. No entanto, o delegado acredita que houve um enfraquecimento das lideranças criminosas no estado.

“Estes indiciamentos e as prisões do inquérito e dos outros feitos durante as outras ondas de ataques geraram uma fragmentação de lideranças. A organização criminosa não é mais coesa como antes, ela recebeu duros golpes, como será mais este”. Caso sejam condenados, cada indiciado pode pegar penas que variam entre dez e 20 anos de prisão.

Um comentário

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome