sexta-feira, 7 de outubro de 2022
18.6 C
Blumenau

Planalto aprova concessão da BR-470 e trechos das BRs 153 e 282

Investimento nas concessões está estimado em R$ 13 bilhões
Investimento nas concessões está estimado em R$ 13 bilhões

O Governo Federal incluiu a concessão de três rodovias federais de Santa Catarina no pacote do Programa de Parceria de Investimentos (PPI). Segundo do Diário Oficial da União desta terça-feira (3) houve aprovação da BR-470 e de trechos da BR-153 e BR-282. O investimento está estimado em R$ 13 bilhões.

A proposta de concessão engloba um trecho de 515 quilômetros em Santa Catarina, entre Navegantes e a divisa com o Rio Grande do Sul, envolvendo três rodovias (BR-153, BR-282 e BR-470). O trecho é um corredor para escoamento de mercadorias do Mercosul ao Porto de Itajaí e a ligação dos turistas do interior e dos argentinos ao Litoral. O sistema rodoviário que abrange a BR-470 também inclui a rodovia estadual Jorge Lacerda (SC-412), que deve ser duplicada, conforme prevê o projeto.

As rodovias foram qualificadas durante a 7ª reunião do Conselho do PPI, realizada nesta segunda-feira no Palácio do Planalto, em Brasília. “Esta é uma notícia que o Governo do Estado vinha aguardando há algum tempo. Todas as rodovias catarinenses aprovadas no PPI são essenciais para o desenvolvimento”, afirmou o secretário de Estado do Planejamento, Francisco Cardoso de Camargo Filho.

Segundo o PPI, esse segmento intercepta mais de 20 municípios e, pelos eixos rodoviários envolvidos, circulam produtos destinados aos Portos de Paranaguá (PR), Itajaí (SC) e Santos (SP), além de abastecer com produtos cidades importantes dos estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Goiás. Com a execução do projeto, pretende-se ampliar a capacidade da via, reduzindo o custo do transporte e o tempo de viagem entre o Leste e o Oeste do Estado de Santa Catarina.

Detalhes do projeto de concessão

Extensão: 515 km (357 km na BR-470, 98 km na BR-282, 60 km na BR-153)
Investimentos estimados: CAPEX: R$ 9 Bi; OPEX: R$ 4 Bi
Prazo do contrato: 30 anos
Responsável pelos estudos: OHL Concesiones
Data de publicação do edital: 2º semestre de 2019
Data de realização do leilão: 2º semestre de 2019

Redação
Redação
Acompanhe nosso trabalho diariamente.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas