PGR pede inquérito contra Dalírio e Napoleão na Justiça de Santa Catarina

Senador Dalirio Beber (Gerdan Wesley - PSDB)
Senador Dalirio Beber (Gerdan Wesley – PSDB)

A Procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo Tribunal Federal para que o inquérito contra o senador Dalírio Beber (PSDB) e o ex-prefeito Napoleão Bernardes (PSDB) seja encaminhado para a Justiça de Santa Catarina.

Os dois políticos foram citados em delações da Operação Lava Jato pelos ex-executivos da Odebrecht. Beber é suspeito de articular em 2012 um repasse de R$ 500 mil a Bernardes, então candidato a prefeito de Blumenau.

O senador e o ex-prefeito são suspeitos de corrupção passiva, corrupção ativa e lavagem de dinheiro. O pedido da PGR foi feito ao STF no dia 14 de junho, já que o Supremo decidiu recentemente que o foro privilegiado de senadores e deputados está restringido a crimes ocorridos durante o mandato e relacionados ao exercício do cargo.

Ex-prefeito Napoleão BernardesDalírio

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome