Ônibus podem parar a partir desta segunda-feira em Blumenau

O impasse entre a BluMob e o Sindetranscol pode gerar paralisações no transporte coletivo a partir das 10h desta segunda-feira (10) em Blumenau, quando ocorre o fim do prazo de notificação de greve. Desde a comunicação, não foram comunicados avanços entre as partes para evitar paralisações.

Apesar da notificação, uma decisão liminar da Justiça determina 90% do total de trabalhadores deve permanecer em atividade em qualquer dia e horário. Apesar disto, decisões semelhantes já foram desrespeitadas quando todos os funcionários cruzavam os braços em determinados horários do dia.

Terminal do Aterro durante parasalisação em 2018 - foto de Belmiro Avancini
Terminal do Aterro durante parasalisação em 2018 – foto de Belmiro Avancini

Em manifestação na última semana, a BluMob alegou que uma greve neste momento representa “prejuízo a toda a população que necessita do transporte coletivo”. A empresa também afirmou que corrigiu salários e benefícios em novembro de 2019 em 2,55%, o INPC acumulado. O vale-alimentação foi ajustado para R$ 820,40 e os salários de motoristas e cobradores para R$ 2.614,85 e R$ 1.530,79.

Já o sindicato afirmou que os trabalhadores decidiram aprovar estado de greve podendo paralisar suas atividades a qualquer tempo e forma após o prazo de 72 horas. A decisão ocorreu pela paralisação das negociações, bem como pela intransigência da empresa no atendimento mínimo das reivindicações”.

5 Comentários

  1. Ta uma palhaçada, pra quem depende de ônibus como fica nossa rotina de trabalho, saindo de nossas casas buscando de locomover por esses ônibus por que são nossas únicas alternativa?
    Eles ganham muito bem pra esta fazendo esse tipo de infantilidade, isso mesmo, infantilidade!
    Dependemos do ônibus para poder ir para casa, para o centro, para o trabalho ou qualquer outro lugar, mais digo uma coisa, se você motoristas e cobradores não estiver satisfeito com seus salários, Experimente ganhar menos que isso saindo de suas casas a noite ou em qualquer outro horário e ainda depender de ônibus para isso?
    É gente pensem mais no que fazem, estão prejudicando não a vocês, mais a maioria das pessoas que realmente precisa do veículo para buscar seu próprio sustento, mais vocês são tão egoísta que só pensam em si mesmo!
    Palhaçada isso, contratem pessoas de maiores responsabilidades e competências, não qualquer um que se aparece em sua frente!
    A cidade é enorme, pessoas de capacidade maior temos, escolher qualquer um, só prejuizo

  2. Se todas as vezes que esses aproveitadores cruzarem os braços e pedirem aumento, e a vontade deles forem feitas, é ÓBVIO que eles vão fazer isso sempre, como pode haver tanta inversão dessa forma?? Os empregados viraram os chefes? Eles que determinam quanto ganham e quando trabalhar? Manda embora e contrata quem está desempregado, isso é coisa de [censurado]!!

  3. Já foi a maior falta de respeito o corte de mais de 80% da frota nestes meses. Parece que só tem [censurado] que não trabalha? E o preço da passagem foi integral. Não me surpreende esse tipo de atitude… A Piracicabana não tem respeito pelo povo de Blumenau e o prefeito ainda não percebeu.

  4. Isso aí tá virando rotina dos motoristas tá uma palhaçada tem pessoas que precisam atravessar a cidade pra trabalhar aí eles vão e param do nada não se importa com o próximo só pensão neles tá uma palhaçada isso a população que paga ficando sem locomoção para ir pra casa descansar Para trabalhar no outro dia fico indignado com essas ação desses motorista e cobradores

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome