Número de postos de trabalho voltam a cair em Blumenau

beira-rio-blumenau

A crise econômica voltou a impactar o número de postos de trabalho em Blumenau. A medição mais recente, em Julho, registrou 320 demissões a mais que contratações. Foram 4.287 admissões contra 4.607 desligamentos.

A industria de transformação foi o que mais contratou com saldo de 232 vagas. A área de serviços foi o que mais registrou demissões: 387. O comércio fechou 110 vagas e a construção civil outras 59.

Os números são melhores que no mês de Junho, quando 1.267 vagas foram perdidas, variação de -1,00%, contra 0,25% no último mês. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho.

No apanhado de 2016, Blumenau ainda tem um saldo positivo de 622 vagas (0,50%). Em 12 meses a queda foi de 5.770 postos de trabalho (-4,40).

Cenário no Estado e Federação

Santa Catarina tem uma variação ainda pior no mês: 5.819 postos a menos (-0,30). No ano, o Estado perdeu 13.483 postos (0,68%). Em 12 meses foram perdidas 71.041 vagas formais de trabalho (-3,49%).

No Brasil, as demissões superaram as contratações em 94.724 empregos no último mês. Este foi décimo sexto mês seguido de fechamento de vagas formais. Somente nos último 12 meses, foram mais de 1,7 milhão de demissões.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome