quarta-feira, 7 de dezembro de 2022
26.8 C
Blumenau

Não é possível ser tolerante com intolerante

Criminosos sabem de longa data que o Brasil é o paraíso ideal para criminosos viverem sem serem importunados. Assassinos como Cesare Battisti, acreditam que nada pode lhes acontecer em sua pacata vida brasileira. Tendo apoio de rábulas, a cada detenção Battisti  ganha fôlego nos tramites judiciais.

Lula pretendeu reescrever “outra história”, quando concedeu asilo político ao terrorista em 31 de dezembro de 2010, último dia de seu mandato. O crime jamais compensa. Não é a vontade do povo brasileiro dar guarida a um assassino, que a imprensa insiste chamar de ativista.

Cesare Battisti um assassino, que a imprensa insiste chamar de ativista (AFP)
Cesare Battisti um assassino, que a imprensa insiste
chamar de ativista (AFP)

Cesare Battisti é insuperável ao promover uma imagem positiva de si mesmo. É uma pessoa que não sente nada por aqueles que o cercam. Além de não sentir remorso por ter causado sofrimento as suas vítimas, seja física ou psicologicamente e não têm nenhum problema com isso.

 

Protegido por um decreto presidencial de Lula desde 2010 Battisti vem publicando no Brasil sua versão de perseguido: “Escrever para não me perder na névoa dos dias intermináveis, a cabeça enfiada no travesseiro, repito para mim mesmo que não é verdade. Que não sou eu esse homem que a mídia transformou em monstro e condenou ao silêncio das sombras.” Cesare Battisti é o perfeito psicopata.

Em 2010 a Câmara dos Deputados da Itália aprovou por unanimidade dos 413 votos, uma moção que cobrava a intervenção do governo italiano para obter do Brasil a revogação do refúgio. Desde então o parlamento italiano vem sendo ignorado pelo governo brasileiro.

O terrorista Cesare Battisti é um frio assassino que deve responder a justiça italiana e cumprir sua sentença pelos assassinatos. Não é possível ser tolerante com intolerante.

Sérgio Campregher
Sérgio Campregher
Sérgio Campregher é historiador pela Uniasselvi/Fameblu e fala sobre política nacional e internacional e curiosidades. Escreve de Blumenau.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas