Na degola, Chapecoense demite o técnico Jorginho

1

A alguns dias a Chapecoense tinha sua permanência na primeira divisão do Campeonato Brasileiro dada como certa. O clube catarinense chegou a figurar 12ª posição na décima sexta rodada, mas depois de perder em casa por 1 a 0 para o Vitória neste domingo (16), amarga a 17ª posição.

A antidoto encontrado pela diretoria para tentar escapar da zona de rebaixamento foi a demissão do técnico Jorginho, e o auxiliar Anderson Lima vai junto. Após dois meses e cinco dias no comando do verdão do oeste, o técnico amargava seis jogos sem vencer, e nos últimos três jogos com derrota.

O retrospecto do técnico no time foi de 14 confrontos: são quatro vitórias, quatro empates e seis derrotas. O que deixou o time na entrada do Z-4  na reta final do campeonato uma fase crucial para o time concluir o projeto de permanência na primeira divisão. O verdão tem ainda quatro jogos pela frente para tentar reverter o quadro e tem pela frente na próxima quinta feira o Fluminense no Maracanã.

Veja a nota oficial:

Após o revés deste domingo diante do Vitória, a diretoria da Associação Chapecoense de Futebol comunica oficialmente que o técnico Jorginho e o auxiliar Anderson Lima não estão mais a frente da comissão técnica do clube. Ainda nesta segunda-feira (17) a direção deve anunciar quem ficará a frente do comando técnico da Chapecoense até o fim do Campeonato Brasileiro de Futebol.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome