terça-feira, 23 de julho de 2024
12.3 C
Blumenau

Motorista do Jaguar é condenado a oito anos de prisão por homicídio

Veículo Jaguar de Colegiado do Tribunal de Justiça nega habeas corpus de Evanio Prestini capotou na colisão
Veículo Jaguar de Colegiado do Tribunal de Justiça nega habeas corpus de Evanio Prestini capotou na colisão

Após mais de 15 horas de julgamento nesta quinta-feira (20), o Tribunal do Júri da comarca da Gaspar condenou a prisão Evanio Wylyan Prestini, o motorista do Jaguar envolvido em um acidente de trânsito que resultou na morte de duas pessoas e deixou outras três feridas na BR-470, em Gaspar em 2019.

O réu foi condenado a oito anos e seis meses de reclusão por dois homicídios consumados e três lesões corporais – duas leves e uma grave, além de 2 anos e seis meses de suspensão do direito de dirigir por conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool.

A sessão do Tribunal do Júri teve início às 9h de quarta-feira e encerrou às 1h25min de quinta-feira. Com a presença de familiares dos réus e da vítima no plenário. Durante a instrução plenária foi realizada a oitiva de três vítimas e duas testemunhas de defesa, a acusação desistiu da oitiva das cinco testemunhas arroladas e a defesa de três. Ao final, o réu foi interrogado e respondeu a todas as perguntas feitas em plenário.

Conforme denúncia do Ministério Público, em fevereiro de 2019, o motorista dirigia sob efeito de álcool quando seu veículo colidiu com outro carro, resultando na morte de duas jovens e ferindo outras três pessoas. O condutor foi preso em flagrante e teve a prisão preventiva decretada após o acidente. Ele recorreu e respondia em liberdade.

A decisão de Primeiro Grau é passível de recursos. O Juízo concedeu ao réu o direto de recorrer da pena em liberdade.

Redação
Redação
Acompanhe nosso trabalho diariamente.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas