Metropolitano marca seis no Boavista e garante classificação

Metropolitano foi até Saquarema, no Rio de Janeiro, para tentar a classificação para a segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro. A equipe blumenauense ainda precisava torcer contra o Penapolense, que encarou o Pelotas no Rio Grande do Sul, para ficar com a vaga.

O jogo

A partida, que começou ás 16h, estava equilibrada com chances para as duas equipes. Logo aos 2 minutos do primeiro tempo, Lauro César fez boa jogada individual para o Metrô e finalizou para a defesa do goleiro, mas foi aos 15 minutos que o atacante artilheiro sacudiu as redes.

Aos 20 minutos, o atacante Adriano finalizou para o Boavista, mas o goleirão Dida fez uma grande defesa salvando o Metropolitano. Com 23 minutos, o atacante do Metrô Alessandro saiu lesionado e entrou Hiroshi. Mas aos 39, Tozin dá grande passe e Lauro César marca mais uma vez: 2 a 0 para o Metrô.

Logo aos sete minutos do segundo tempo, um segundo cartão amarelo para o jogador Erick, do Boavista, causou sua expulsão. Aos 18 minutos que Tozin ampliou o placar para o Metropolitano, mas não deu nem tempo de comemorar e logo em seguida, marcou mais um. Aos 31, Giovani marca o quinto do Metrô, mas Tozin fecha o placar partida em 6 a 0 aos 47 minutos.

Dupla vitória

A vitória em Saquarema e o resultado de 4 a 0 no jogo entre Penapolense e Pelotas garantiram a classificação do Metropolitano para a segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro. O resultado é histórico para a equipe blumenauense que pode disputar a Série C no ano que vem.

Ficha técnica

Metropolitano: Dida; Carlos Alberto, Junior Fell, Elton e Marcelo Cordeiro; José Lucas, Everton Cezar, Thiago Silva e Alessandro; Tozin e Lauro. Banco: Tiago Chitão; Reginaldo, Altino, Cícero, Hiroshi, Geovani, Aldair e Thales.

Boavista: Dida; Thiago, Leandro Souza, Bruno Costa e Erick; Vitor Faíska, Adriano, Claudio Pagodinho e Daniel Santos; Juninho e William Maranhão

Arbitragem: Flavio Henrique Coutinho Teixeira, auxiliado por Breno Rodrigues e Marconi Helbert Vieira.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome