Metropolitano é superior mas cede o empate para a Chapecoense

10993389_949566408410831_4181825695232692616_n
Jogadores comemoram o gol de Ariel, que abriu o placar da partida (Foto: Sidnei Batista/Metropolitano)

O torcedor blumenauense finalmente prestigiou um futebol à altura do esperado na tarde deste domingo (22). Em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Catarinense, o Metropolitano recebeu a Chapecoense, líder da competição, e mostrou superioridade entre as quatro linhas, mas não obteve a vitória, empatando por 1 a 1.

A equipe de Blumenau entrou em campo buscando reverter o posto de terceira pior mandante do campeonato, tendo conquistado apenas 16% dos pontos disputados no Sesi. Para piorar, o adversário era o visitante mais indesejado da competição, com 100% dos pontos conquistados fora de casa, tendo vencido Guarani de Palhoça e Avaí.

Iniciada a partida, o Metropolitano mostrou um bom futebol e passou a comandar as ações, chegando muito perto de abrir o placar em diversas oportunidades. Na mais clara, Ariel recebeu sozinho, de frente para o gol, mas desperdiçou o tento praticamente feito. A primeira etapa foi repleta de chances não aproveitadas pelo time de Blumenau.

Na segunda etapa, o bom futebol do Metrô persistiu, e a equipe colocou o adversário na roda, pressionando no ataque em busca do primeiro gol. Logo aos dois minutos, a torcida local chiou em protesto após a bela cabeçada de Rodney parar na linha do gol, não entrando completamente. O árbitro Heber Roberto Lopes, corretamente, não assinalou o gol.

O gol viria logo depois, aos dez minutos, novamente em nova cabeçada. Ariel aproveitou o cruzamento e testou para o gol. A bola desviou em Thiego, encobrindo o goleiro Nivaldo, para a festa dos 2.500 torcedores no Sesi. O Metrô por pouco não aumentou a vantagem após bela cobrança de falta de Altino, mas a bola foi para fora. Um minuto depois, Maurício salvou o Verdão após bela chegada de Barbio.

Com um a mais desde os 18 minutos, quando Rafael Lima foi expulso por reclamação, o Metrô esteve muito perto de consolidar a vitória em diversos momentos, mas pecou nas finalizações. Mortal, a Chapecoense precisou encaixar apenas um ataque para empatar a partida: Hyoran cruzou e Bruno Rangel, de carrinho, completou para as redes,fechando o placar.

Com o empate, o Metrô se manteve na terceira colocação, agora com nove pontos. Na próxima rodada, o time de Blumenau pode encaminhar a vaga para o hexagonal final se vencer o Atlético de Ibirama, fora de casa. A partida será realizada às 20h30 de quarta-feira.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome