Líder do governo diz que impeachment está nas mãos de Moisés

A líder do Governo na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, deputada Paulinha, afirmou em entrevista a Rádio CBN Diário na quinta-feira (23) que o processo de impeachment está nas mãos do governador Carlos Moisés.

“A possibilidade de ser afastado está muito mais na mão dele próprio do que do parlamento. Ele tem que fazer essa conquista. Não depende do líder, de um secretário. O governador é ele. Se alguém for afastado, será ele. Vejo de forma simples porque é uma questão simples”, afirmou a deputada.

O presidente da Alesc, deputado Julio Garcia, dará prosseguimento ao pedido de impeachment de Moisés da Silva e da vice Daniela Reinehr por suposto crime de responsabilidade em um aumento salarial a procuradores do Estado.

Deputada Paulinha (PDT) durante pronunciament - foto de Rodolfo Espínola
Deputada Paulinha (PDT) durante pronunciament – foto de Rodolfo Espínola

Paulinha disse também que “não acha que é caso para cassação. É uma questão administrativa bastante controversa, provocada ainda no governo anterior, por uma categoria que briga por seus direitos, com decisões judiciais para lá e para cá”.

Segundo ela, o Ministério Público não acolheu a denúncia de fato do mesmo teor e que “precipitado aos deputados exaurir juízos de valor, mas, em princípio, não vejo nesse aspecto um motivo para o afastamento do governo”.

Com o recebimento da representação, a Procuradoria Jurídica da Assembleia iniciou  a análise da legislação que trata do processo e do julgamento e deve estabelecer um cronograma para o trâmite da representação.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome