Justiça decreta prisão de autor de ataque a creche no município de Saudades

O juiz da comarca de Pinhalzinho, Caio Lemgruber Taborda, converteu na madrugada desta quarta-feira (5) a prisão em flagrante em prisão preventiva ao autor do ataque a uma creche no município de Saudades, onde cinco pessoas morreram.

Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, invadiu ontem (4) a Escola Infantil Pró-Infância Aquarela com uma espada katana e golpeou quatro crianças, uma professora e uma agente educacional. Apenas uma das crianças sobreviveu.

Em sua decisão, o magistrado deferiu ainda o pedido da Polícia Civil para quebra de sigilo de dados, necessária para análise de computadores, videogame e pen drive apreendidos na residência do suspeito. O magistrado considerou que a prisão preventiva “se justifica por sua tríplice finalidade: é providência de segurança, garantia da execução da pena e asseguradora da boa prova processual”.

Criança ferida é transferida para hospital em Chapecó - foto da Polícia Civil
Criança ferida é transferida para hospital em Chapecó – foto da Polícia Civil

Com evidências levantadas no inquérito e na denúncia do Ministério Público, o juiz também mencionou “sua maior preocupação era quantas pessoas havia conseguido matar, demonstrando seu desprezo pela vida humana e a sua incapacidade de retornar, ao menos neste momento inicial e mediante as informações coletadas, ao convívio da sociedade, o que demanda seu encarceramento cautelar”.

O caso

Fabiano entrou na creche por volta das 10h30 e atacou uma das professoras. Ele seguiu até uma sala e atacou a agente educacional e quatro crianças. Ainda tentou entrar em outras salas, mas as professoras se trancaram com as crianças.

Vizinhos ouviram os gritos e conseguiram deter o homicida. Apesar de tentar suicídio, foi socorrido em estado grave e passou por cirurgia. Após alta hospitalar, será encaminhado para uma unidade prisional onde permanecerá até seu julgamento.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome