Investir em moedas digitais pode ser uma boa opção

Bitcoin é opção atrativa de investimento

Deixar o dinheiro na poupança já deixou de ser vantajoso há algum tempo, mas isso causou um grande questionamento para o brasileiro. Investir em Tesouro Direto? Renda Fixa? Fundos de investimento? São muitas as opções, mas nenhuma tem sido tão rentável quando as moedas digitais.

Se você tivesse investido R$ 3.350 para comprar 1 Bitcoin em no dia primeiro de janeiro de 2017, teria o equivalente a R$ 19.610 hoje, 26 de outubro. Com rendimento de 550%, fica difícil não querer saber mais sobre o investimento.

Valorização em 12 meses (Blockchain)

O que é e para que serve?

O Bitcoin é uma das moedas virtuais permitem a transações financeira sem intermediários e que não podem ser rastreadas. Não existe órgão regulador e a emissão desta cripto moeda é limitada a 21 milhões de unidades. Já é possível pagar cartões de crédito com essas moedas e outros serviços pela internet.

Diversos investidores e empresas estão entrando no mercado de moedas virtuais pelo seu potencial futuro. Segundo estimativa do banco Goldman Sachs, o valor de mercado de todas as moedas digitais é de 120 bilhões de dólares. Há, hoje, 800 moedas digitais em circulação no mundo.

Como investir?

A forma mais simples e direta de investimento nas moedas virtuais é a compra e venda. O princípio é simples: compre na baixa e venda na alta. Você pode adquirir uma fração de Bitcoin por R$ 50 ou mais em sites como Mercado Bitcoin ou Foxbit.

Outro método de investimento é a chamada mineração. Neste modelo, você paga um valor para uma empresa especializada “minerar” moedas, que nada mais é do que validar transações e descobrir novos blocos de moedas. Este tipo de investimento pode render entre 100% e 150% ao ano de forma segura.

É possível adquirir o chamado poder de mineração através de sites como Hashflare e Genesis Mining, duas empresas confiáveis no setor.

Um comentário

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome