Horários são alterados com aviso prévio de cinco horas e deixam usuários sem transporte

Uma reunião entre o Seterb, Sedeci, Polícia Militar, Sindetranscol e Consórcio Siga deliberou no final da tarde desta sexta-feira (03) modificações nas linhas do transporte coletivo que deixaram usuários sem transporte a partir das 22h40 do mesmo dia. A decisão foi anunciada somente às 17h15.

A reportagem do Farol Blumenau esteve no terminal do Aterro às 22h50 e não haviam mais linhas. Os usuários optaram por ir para casa com carona, táxi e, acredite, até mesmo a pé. Nenhuma viatura fazia a segurança do terminal.

Acompanhe a cobertura da repressão ao crime em Santa Catarina.

Modificações

A princípio, após as 20h, as linhas serão otimizadas e agrupadas, podendo gerar atrasos. A partir 21h, seis linhas alimentadoras irão operar com restrições, são elas: 101 – Fidélis, 123 – Itoupavazinha, 308 – Bernardo Reiter, 508 – República Argentina, 601 – Fortaleza e 705 – Ponte Salto.

Outras 11 linhas alimentadoras deixam de operar a partir das 21h, são elas: 311 – Morro Edith, 312 – Hermann Barthel, 503 – Pedro Krauss, 504 – Araranguá, 505 – Itapuí, 506 – Pastor Oswaldo Hess, 510 – Oscar Buerger, 511 – Santa Fé, 707 – Concórdia, 708 – Coripós e 709 – Boa Vista.

Os seis terminais urbanos irão funcionar até às 22h40, último horário que sairão linhas dos terminais. Às 23h o sistema deixa totalmente de operar retornando às 5h30 da manhã de sábado, dia 4. No sábado, dia 4, e domingo, dia 5, o transporte coletivo irá operar normalmente das 5h30 às 20h.

Na segunda-feira (06) uma reunião às 14h30 será realizada para avaliação das ações e definições futuras.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome