Homem mata namorada em Balneário Camboriú e polícia negocia rendição

Lucimara Stasiak, vítima de homicídio em Balneário Camboriú
Lucimara Stasiak, vítima de homicídio em Balneário Camboriú

A Polícia Militar de Balneário Camboriú negocia desde a noite desta terça-feira (2) a rendição do advogado Paulo de Carvalho Souza, de 42 anos, que teria assassinado a namorada também advogada Lucimara Stasiak, 29 anos.

O crime teria ocorrido durante uma briga ainda na quinta-feira (28). Os vizinhos decidiram chamar a Polícia Militar na tarde desta terça-feira após ver o advogado carregando vários sacos de gelo para o seu apartamento.

Atualização: Polícia prende advogado que matou namorada em Balneário Camboriú

Homens do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) fazem a negociação. O advogado afirma que pretende se jogar do apartamento da Rua 3150, no Centro de Balneário, se os policiais invadirem.

O sumiço de Lucimara levantou suspeita de pessoas próximas por ela não se comunicar com ninguém desde a quinta-feira, provável dia do crime. O corpo da advogada foi avistado por policiais nesta manhã com marcas de faca.

Um comentário

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome