Governo Federal aumenta taxa extra na conta de luz em 50%

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta terça-feira (31) mais 50% de reajuste no sistema de bandeira tarifária na conta de luz. A nova bandeira se chama escassez hídrica e salta a taxa de R$ 9,49 para R$ 14,20. O reajuste deverá resultar em aumento de 6,78% na tarifa média dos consumidores de energia.

O novo patamar representa um aumento de R$ 4,71, cerca de 50%, em relação à bandeira mais alta até então, a vermelha patamar 2, no valor R$ 9,49 por 100 kWh. Entra em vigor a partir do dia 1º setembro até abril do ano que vem.

Presidente da República, Jair Bolsonaro e Ministro de Estado Minas e Energia, Almirante Bento Costa Lima Leite Albuquerque - fotode Isac Nóbrega/PR
Presidente da República, Jair Bolsonaro e Ministro de Estado Minas e Energia, Almirante Bento Costa Lima Leite Albuquerque – fotode Isac Nóbrega/PR

A decisão foi tomada em meio à crise hidrológica que afeta o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas, principal fonte geradora de energia elétrica no país. De acordo com o Governo Federal, é a pior seca em 91 anos.

Com as hidrelétricas operando no limite, é preciso aumentar a geração de energia elétrica por meio de usinas termoelétricas, que têm custo mais alto. O déficit na conta de bandeiras tarifárias seria já de R$ 5,2 bilhões no ano.

Um programa para incentivar a redução de consumo de para os clientes residenciais e os pequenos comércios deve ser detalhado nos próximos dias.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome