Governador corta gastos na educação e investe no bolsa família

Depois de um boato sobre o fim da bolsa família chegar a doze estados houve protestos, quebra-quebra e muita correria. Beneficiários do programa depredaram agências e o registro de saques foi cinco vezes maior do que o normal. Mas com isso podemos aprender uma lição: temos 13,8 milhões de famílias dependentes de um programa de distribuição de renda.

Estudos das nações unidas destacam o bolsa família como modelo a ser seguido. Através do programa o país alcançou diversas conquistas – entre elas redução da miséria e da mortalidade infantil. Mas o que podemos ver é o povo clamando por migalhas. O governo tem que ficar alerta para não criar uma cultura permanente de dependência de benefícios.

Que bola fora governador

Em Santa Catarina, o governo de Raimundo Colombo esta apertando os cintos na educação, cortando os gastos e demitindo professores ACT’s. Porém ao mesmo tempo esta anunciando a criação do programa Santa Renda, que promete complementar o bolsa família beneficiando 132.292 catarinenses. O que é mais importante para você? Tire suas próprias conclusões.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome