Fratura de Anderson Silva virá piada nas redes sociais

O brasileiro Anderson Silva é considerado o maior lutador de todos os tempos: sete anos de cinturão e 16 vitórias consecutivas na categoria peso médio. Na penúltima luta perdeu a hegemonia contra o americano Chris Weidman. Spider foi criticado por suas consecutivas brincadeiras e por parecer não ter levado o duelo a sério.

A revanche

O UFC 168, que aconteceu ontem em Las Vegas, Estados Unidos, foi palco da tão esperada revanche do paulista criado em Curitiba, Paraná. Nem o fuso horário, com seis horas de diferença, atrapalhou: o Brasil estava acordado na madrugada a espera da ‘luta do século’.

Weidman conseguiu vencer o primeiro assalto ao levar a luta para o chão, onde desenvolve sua luta. A especialidade de Spider é em pé. No começo do segundo assalto, Silva deferiu um golpe em pé que resultou em algo que ninguém imaginada, uma fratura:

Momento em que a tíbia e a fíbula de Anderson Silva sofrem uma fratura (Reuters)

Ao atingir o a perna do americano, Spider sofreu fraturas na tíbia e na fíbula, desabando imediatamente para gritar de dor. Ele saiu de maca do octógono e foi levado para um Hospital especializado em ortopedia. Sua cirurgia foi um sucesso, mas o período de recuperação varia entre três e seis meses

Comemoração

O americano, sem perceber a gravidade do ferimento, saiu comemorando pela manutenção histórica do cinturão. Depois ele se desculpou no microblog twitter “Vibrei pela vitória, mas não sabia que ele havia fraturado a perna. Se soubesse não teria festejado como festejei”.

Já o brasileiro pediu desculpas aos brasileiros por não ter recuperado o seu cinturão: “Brasil, sinto muito. Não queria ter desapontado vocês. Dei o meu melhor, eu juro!” escreveu. O chefão do UFC, Dana White, despistou ao falar de aposentadoria do brasileiro de 38 anos: “Não é o jeito que você quer ver alguém parar, mas acontece”.

Piada

Não demorou muito para surgir as primeiras piadas sobre o ocorrido em Las Vegas. A página de humor Blum3n4u M1L GR4U publicou uma imagem que mostra as pernas do Spider feitas com ônibus coletivos de Blumenau, e de Weidman feitas de celulares Nokia, conhecidos por sua durabilidade.

(Blum3n4u M1L GR4U)

 

Receba notícias do Farol em seu WhatsApp

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome