Foragido da Interpol é preso pela Polícia Federal em Blumenau

whatsapp-image-2016-10-27-at-11-10-42

Equipes da Polícia Federal prenderam nesta quinta-feira (27) em Blumenau um suspeito de comandar um grupo de criminosos cibernéticos que fraudou diversas corporações em todo o mundo, desviando ao menos R$ 6 milhões.

O americano Michael Knighten era foragido da Interpol – Organização Internacional de Polícia Criminal. Após investigações apontarem que ele poderia estar no Brasil e usando o nome falso de Michel Sabatine, a Polícia Federal o localizou em Blumenau.

Para confirmar sua identidade os agentes fizeram a coleta da impressão digital dele em um copo de vidro usado em uma academia. Ele morava em um apartamento de alto padrão avaliado em R$ 3 milhões e durante a sua captura foram apreendidos R$ 4 milhões em bens, incluindo veículos de luxo e cerca de R$ 500 mil em dinheiro.

O mandado de prisão foi expedido pelo ministro Teori Zavascki do Supremo Tribunal Federal. Foram cumpridos, ainda, um mandado de condução coercitiva e um mandado de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal em Santa Catarina.

O golpe

O grupo a qual Michael estava ligado desviou ao menos R$ 6 milhões de empresas dentro e fora dos Estados Unidos, através de uma prática criminosa conhecida como comprometimento de e-mail empresarial.

O delito é praticado principalmente em empresas que trabalham com parceiros estrangeiros e fazem pagamentos transferindo dinheiro regularmente. Segundo a PF, o crime já causou mais de US$ 2,3 bilhões em perdas para aproximadamente 12 mil grandes empresas em todo o mundo.

image

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome