Fim do mun… ops, fim do Orkut

Talvez acessa o Orkut faz algum tempo. Mas é difícil negar o quanto foi divertida a rede social criada pelo turco Orkut Büyükkökten (sim, o nome do cara é Orkut). O serviço do Google foi responsável pela inclusão de milhares de brasileiros na internet.

A primeira coisa para verificar ao entrar eram os scraps. As vezes vinha uma pessoa chata deixar um depoimento. Daí você devia escolher entre recursar e se queimar com ela ou pagar mico com os colegas. Também tinha a sorte do dia, com frases que as vezes eram legais, e outras vezes não faziam o menor sentido.

E as comunidades? Foram o passa tempo de fãs de time, de jogos, ou de pessoas que só queriam fazer novas amizades. Uma boa notícia é que essa marca excepcional da rede social não vai sair do ar. As comus vão ficar como uma espécie de arquivo virtual para manter os conteúdos dos usuários.

Fim de uma era

Com a popularização de outras redes sociais como twitter e principalmente o Facebook, o Orkut deixou de ser o líder de mercado em 2011. Desde então ele nunca mais foi o mesmo. Ainda assim, segundo a comScore, mais de 6 milhões de pessoas entraram no Orkut somente no mês de dezembro do ano passado.

Mas a mensagem para quem acessa o site agora é “O Orkut não estará mais disponível depois de 30 de setembro de 2014”. O projeto será descontinuado e a partir dessa semana novos usuários não podem ser cadastrados. Quem ainda usa pode exportar as configurações através do Google Takeout até setembro de 2016.

Uma mensagem chamada de Adeus ao Orkut foi publicada no no blog oficial. “Foram 10 anos inesquecíveis. Pedimos desculpas para aqueles que ainda utilizam o Orkut regularmente. Esperamos que vocês encontrem outras comunidades online para alimentar novas conversas e construir ainda mais conexões, na próxima década e muito além.”

Esse é meu orkut já sem uso (Captura web)
Esse é meu orkut já sem uso (Captura web)

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome