Filme “Férias no Sul” está disponível na internet

(Carlos Braga Muller/Adalberto Day)
(Carlos Braga Muller/Adalberto Day)

Depois da descoberta dos lendários túneis na região do Teatro Carlos Gomes, eis que outra boa notícia surge para os entusiastas da história de Blumenau. O filme “Férias no Sul”, produzido nos anos 60 e com várias cenas gravadas na cidade está disponível para ser assistido no YouTube. A iniciativa foi do comerciário Anthar Cesar Hartmann, que extraiu o material de uma velha fita VHS, uma das últimas cópias existentes do filme.

Foi uma espera de cerca de 10 anos até a cópia finalmente estar disponível na internet. Embora ainda seja lembrado por alguns antigos como um “desacato” a cidade, o filme desperta hoje muito mais curiosidade do que repulsa, como explica o cientista social e pesquisador da história, Adalberto Day.

“É uma peça histórica, e hoje os mais novos sentem muita curiosidade de entender como era a cidade naquele tempo. Os pensamentos negativos sobre o filme hoje são apenas passado e quem estiver interessado poder ver, salvar e guardar para sempre”, explica.

Ator David Cardoso interpretava o estudante carioca Celso. A carreira do artista despontava a partir deste filme (Adalberto Day)
Ator David Cardoso interpretava o estudante carioca Celso. A carreira do artista despontava a partir deste filme (Adalberto Day)

Produzido em 1966, o filme foi escrito e dirigido pelo cineasta sul-matogrossense Reynaldo Paes de Barros. A película conta a história de Celso, um estudante carioca que, a convite de um amigo, vem a Blumenau para passar as férias. Na cidade, Celso conhece duas mulheres: a blumenauense Helga e a escritora paulista Isa. O estudante carioca vive então um triangulo amoroso, que termina, ao contrario das histórias tradicionais, em tragédia.

Celso era interpretado pelo ainda jovem e desconhecido ator David Cardoso, que após do filme teve a carreira consolidada e projetada para o Brasil. Outra presença de destaque do filme era a da atriz Elisabeth Hartmann, que interpretava a escritora paulista Isa. No entanto, grande parte do elenco da película era composta de atores da própria comunidade, como a atriz Dagmar Heidrich, que interpretou Helga, a angelical moça alemã que conquistou a Celso.

David Cardoso (Celso) e Elisabeth Hartmann (Isa), no lançamento, filme causou polêmica entre os blumenauenses (Adalberto Day)
David Cardoso (Celso) e Elisabeth Hartmann (Isa), no lançamento, filme causou polêmica entre os blumenauenses (Adalberto Day)

Além de Blumenau, o filme também foi rodado em locações em Balneário Camboriú e ainda nas cidades de Caxias do Sul e Gramado, no Rio Grande do Sul. Apesar de ter cerca de 90% das cenas filmadas e editadas na cidade, o filme foi recebido com estranheza pelos blumenauenses, que não gostaram muito da forma como a história abordou a cidade, principalmente as meninas de “temperamento difícil, mas namoradeiras”.

“Na época o filme gerou polêmica, mas faz parte da história da nossa cidade. Depois que publiquei os textos com curiosidades sobre a produção, uma das atrizes que participou do longa entrou em contato comigo um pouco descontente com as lembranças guardadas por ela, mas depois de alguns e-mails até me pediu uma cópia do filme. Fato que me deixou muito feliz”, afirma Day. Outras cópias do filme encontram-se em poder da TV Galega, do Arquivo Histórico e da FURB TV.

Mais histórias sobre o filme podem ser encontradas no blog de Adalberto Day.

Veja o filme:

Um comentário

  1. Felipe, obrigado por postar sobre este filme de tanta relevância para nossa cidade, por ter sido o primeiro a ser gravado por aqui.
    Férias no Sul na época 1967, sofreu muitas criticas pelos mais conservadores. As próprias personagens ficaram arrependidas e chateadas. Uma delas entrou em contato comigo quando apenas apresentei dados, e me perguntou com que “direito eu fiz essa postagem”. Respondi a ela que aqui em Blumenau não existe este preconceito atualmente e que elas eram veneradas por serem as primeira. Imediatamente ela agradeceu e desejava até se reunir com os personagens do filme, e também me pediu uma cópia. Agradeci e disse a ela que nos dias apenas um cap. de novela existe cenas muito masi forte.
    Adalberto Day cientista social e pesquisador da história em Blumenau.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome