Extintor deixa de ser obrigatório em carros

Extintor de incêndio do tipo ABC (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Extintor de incêndio do tipo ABC (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Contran (Conselho Nacional de Trânsito) decidiu, nesta quinta-feira (17), que não será mais obrigatório ter equipamento extintor de incêndio nos veículos que circulam no Brasil.

A medida passa a valer a partir do momento em que a decisão aparecer no Diário Oficial da União, algo que deve acontecer entre esta sexta (18) e segunda (21). Com isso, o uso será opcional para carros, utilitários, camionetas, caminhonetes.

Até então, rodar sem extintor ou com ele vencido era considerado infração média, com multa de R$ 127,69 e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação. A medida que obrigava o uso do equipamento vigorava desde 1970.

A decisão foi tomada após estudos do Denatran constatarem que as inovações tecnológicas introduzidas nos veículos nos últimos anos resultaram em maior segurança contra incêndio.

IMPORTANTE: O equipamento continua sendo exigido para caminhões, caminhão-trator, micro-ônibus, ônibus, caminhonetes, camionetas, triciclos de cabine fechadas, e veículos destinados ao transporte de produtos inflamáveis.

Receba notícias do Farol em seu WhatsApp

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome