Evanio Prestini será solto por liminar do Superior Tribunal de Justiça

O Superior Tribunal de Justiça concedeu liminar de liberdade para o motorista Evanio Prestini na noite desta sexta-feira (26). Ele foi responsável pela colisão que matou duas jovens em fevereiro na BR-470 enquanto dirigia embriagado.

A decisão foi proferida às 18h48 desta sexta-feira pelo ministro presidente João Otávio de Noronha no plantão judiciário após pedido da defesa. Outro pedido havia sido negado pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina em 11 de Julho.

Relembre o caso

No dia 23 de fevereiro, após denúncia não averiguada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), Evanio colidiu seu Jaguar contra o Fiat Pálio onde estavam as vítimas. Suelen morreu no local e Amanda no hospital durante cirurgia.

O motorista irá a júri popular após decisão da juíza Camila Murara Nicoletti, da Comarca de Gaspar, de aceitar o pedido do Ministério Público. Diversos pedidos de liberdade haviam sido negados por diferentes instâncias da Justiça.

Veículo Jaguar de acusado capotou na colisão

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome