Estado investirá R$ 12 milhões em tratamento de dependentes químicos

O governo do estado lançou o programa Rede Estadual de Atenção a Dependentes Químicos (Reviver), que destinará cerca de R$ 12 milhões em prevenção às drogas e tratamento de dependentes.

Durante o lançamento, que aconteceu na terça-feira, 27, o governador Raimundo Colombo (PSD) destacou “temos uma rede bem estruturada, mas que enfrenta dificuldades financeiras. Agora vamos comprar novas vagas e apoiar a rede existente, garantindo resultados imediatos”.

Passo importante

O programa vai disponibilizar o tratamento de 1.200 pessoas, sendo 300 delas adolescentes e 900 adultos. O Reviver fará parte do Plano Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas. Em Santa Catarina existem 110 comunidades que oferecem cerca de três mil vagas. Haverá seleção para recebimento dos recursos.

Só serão contempladas comunidades que estiverem adequadas à legislação federal da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Ministério da Saúde. A previsão de lançamento do edital é setembro, e o resultado será divulgado em novembro. A primeira etapa do programa acontece no mês na divulgação, outras duas etapas ocorrem em janeiro e março do ano que vem.

Treinamento

A capacitação de profissionais das comunidades também será um alvo do Reviver. Graças a uma parceria com o governo, essa será função da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina. Também será feito o cadastramento das comunidades, além de protocolos de atenção e projetos terapêuticos com as universidades.

O gerenciamento e o monitoramento da qualidade do atendimento das comunidades vai ser outra responsabilidade da Fapesc. Para isso ser possível, serão disponibilizadas 120 bolsas de estudo de doutorado, mestrado e pesquisa na Universidade Federal de Santa Catarina e Universidade do Estado de Santa Catarina.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome