Estações de pré-embarque devem continuar desativadas

Cenas como de empurra-empurra são diárias sem as estações de pré-embarque (Jaime Batista)

O transporte coletivo de Blumenau pode perder as estações de pré-embarque. As quatro estruturas posicionadas na rua Sete de Setembro e na Avenida Presidente Castelo Branco, a Beira-Rio, permitiam o acesso antecipado e pelas portas traseiras, mas estão desativadas desde o início da operação emergencial.

A informação foi adiantada pelo Farol na reportagem BluMob deve começar a operar dia 1º de julho e confirmada em uma resposta do próprio prefeito Napoleão Bernardes. Questionado se as estações seriam adaptadas novamente, limitou a dizer: “as estações são de propriedade e responsabilidade do SIGA”.

Diariamente cerca de 23.3 mil pessoas utilizam as estações, o que representa praticamente o dobro de passageiros de terminais como Fortaleza (12.5 mil) e Velha (12 mil). O novo edital do transporte coletivo define o que são as estações de embarque, mas não deixa claro qual a forma de funcionamento, nem o que acontece se forem retiradas pelo proprietário, o Consórcio Siga.

O número de passageiros que circulam nos terminais e estações de pré-embarque, além da quantidade de linhas, foram disponibilizadas pelo Serviço Autônomo Municipal de Trânsito e Transporte de Blumenau (Seterb) no edital:

Terminais Quantidade de Linhas Passageiros em dias úteis
Troncais Alimentadora
Aterro 3 30 38,000
Fonte 8 11 25,000
Fortaleza 2 9 12,500
Garcia 1 12 14,500
Proeb 3 15 20,000
Velha 3 12 12,000
Estações de Embarques Quantidade de Linhas Passageiros em dias úteis
Troncais Alimentadora
Catedral 8 2 6,250
Floriano Peixoto 8 2 3,600
Dr. Blumenau 8 2 7,500
Carlos Gomes 8 2 6,000

Um comentário

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome