sábado, 26 de novembro de 2022
22.1 C
Blumenau

Empresária terá que pedir desculpas por vídeo sobre nordestinos

Uma empresária do ramo de contabilidade de Itapema terá de pedir de desculpas por ter sugerido a seus clientes a não contratar quem votar em determinado candidato. A medida é fruto de acordo com o Ministério Público do Trabalho.

Segundo comunicado divulgado ontem (20) pelo órgão, a empresária orientou seus clientes a não admitir pessoas da região Nordeste do Brasil que fossem votar em determinados candidatos nas eleições gerais deste ano.

Em termo de ajuste de conduta (TAC) com o Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina, Jacira Paula Revers Chiamentl, sócia da Contasul Contabilidade, terá que publicar em toda a rede social da empresa um vídeo com pedido de desculpas a toda sociedade brasileira, especialmente aos nordestinos, pelas falas anteriores.

Título de eleitor - foto da Agência Brasil
Título de eleitor – foto da Agência Brasil

A denunciada também terá que abster-se de ameaçar, constranger, influir ou orientar pessoas que buscam trabalho ou possuem relação de trabalho com sua empresa, a votar ou não votar em candidatos ou candidatas nas próximas eleições, ou incitar empregadores de qualquer setor da economia que assim o façam.

Ela também irá arcar com uma indenização por dano moral coletivo para custear uma campanha de conscientização política direcionada aos empregadores, por meio das principais emissoras de rádio da região de Itapema. São R$16.208,00 para a campanha e outros R$ 8.792,00 serão direcionados para um projeto social.

Redação
Redação
Acompanhe nosso trabalho diariamente.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas