Documentário ‘A história das coisas’

A história das coisas
A história das coisas

O documentário é baseado na ideia de que o modo de vida da nossa sociedade atual é totalmente insustentável. A autora começa fundamenta o fato que o nosso modo de consumo é praticamente linear, ou seja, o produto de consumo aparece, porém não desaparece. Baseado nessa lógica fica claro que logo as fontes de recursos naturai  como o petróleo e o minério, ficarão escassos em algum tempo.

Os Estados Unidos foram os pioneiros nesse consumista de sociedade. Depois da segunda guerra mundial, as poderosas companhias de comercio americanas observaram que o país ganharia poder econômico se explorasse os seus meios de produção e consumo. Criaram um modo cultural de consumismo, baseado na primícia básica de que o cidadão só é feliz ao estar consumindo um novo produto.

Em um mundo cada dia mais globalizado, todos nós estamos pagando muito caro pelo modo de consumo documentado. Esse sistema já é presente em todo o mundo. Ele é almejado pela ganancia do humano, de tal forma que as pessoas associam a sua liberdade soberana ao fato de poder comprar, de poder manter vivo o clico de trabalho, compra, trabalho. Isso gerou um ciclo que exploração.

Com o controle da moda, da publicidade e produção, as companhias aproveitaram o liberalismo politico do governo americano e passaram a ser mais fortes que governos. Isso resultou em uma tremenda catástrofe natural naquele país, menos de 4% da floresta nativa esta em pé, e é necessária a extração de energia atômica para rodar a nojenta engrenagem.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome