Diretor dos Correios em Santa Catarina enviou cartas pedindo votos ao PT

Correios
Paulo de Andrade, Décio Lima e um subordinado
(Reprodução/Facebook)

O jornal O Globo estampou na manhã desta quarta-feira (08) mais um caso onde um diretor regional da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos enviou cartas pedindo votos ao Partido dos Trabalhadores (PT), mas agora em Santa Catarina.

Paulo de Andrade, diretor regional no Estado, enviou cartas aos funcionários pedindo votos para a presidente Dilma Rousseff, para o candidato ao governo Claudio Vignatti, ao senado, Milton Mendes, a deputado estadual, Ana Paula Lima e a deputado Federal, Décio Lima.

O panfleto colorido intitulado de “Carta aos Ecetistas Eleições 2014” chegou aos endereços dos trabalhadores do correio apenas um dia após terem sido postados, de acordo com informações do O Globo. Como manda a lei eleitoral, o material tem o número do CNPJ de Lima, que teria recebido o material de divulgação como doação.

A direção dos Correios informou que não identificou qualquer irregularidade nos episódios de Mato Grosso e Santa Catarina. Mas a presidente da Associação dos Profissionais dos Correios (Adcap), Maria Inês Capelli, afirmou que “não é apenas usar a estrutura, mas o cargo para se dirigir aos funcionários para pedir voto”.

Um caso semelhante aconteceu no Mato Grosso. Sobre representação do PSDB contra a ação, o procurador da República Frederick Lustosa de Mello deu ontem prazo de 30 dias para que Dilma apresente explicações sobre denúncias de uso político dos Correios em favor de sua campanha de reeleição.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome