Dia da Bandeira

O primeiro projeto de bandeira do Brasil foi desenhada pelo pintor francês Jean-Baptiste Debret através de uma encomenda de D. João VI com formato retangular, fundo verde, e que tinha no centro um losango amarelo e dentro dele, o brasão imperial.

A atual bandeira nacional mantém, embora um pouco modificado, o campo verde e o losango amarelo da bandeira imperial.

Embora não houvesse mais modificações quanto às dimensões e as suas formas, a bandeira adotada pelo decreto n.° 4, de 19 de novembro de 1889, permanece intacta até hoje.

A solenidade de hasteamento e incineração de bandeiras realiza-se pontualmente ao meio-dia, em todos os quartéis do Brasil, quando o sol está apino (acima da nossa cabeça), a sombra dela não é projetada para lugar nenhum, assim toda a sua honra permanece nela.

Além da beleza da cerimônia o ato é um protocolo estabelecido pelas forças armadas para a queima das bandeiras que estão inutilizadas. Logo depois, hasteia-se a nova bandeira e os militares prestam continência ao símbolo pátrio. Depois de incineradas, as cinzas são enterradas em solo pátrio.

OLAVO BILAC (1865-1918)

Membro fundador da Academia Brasileira de Letras é conhecido por sua atenção à literatura infantil e, principalmente, pela participação cívica. O poeta Olavo Bilac foi o responsável pela criação da letra do Hino à Bandeira, inicialmente criado para circulação na capital federal da época (o Rio de Janeiro), e mais tarde sendo adotado em todo o Brasil.

BANDEIRA NACIONAL - hasteada e homenageada, é bem mais que um estandarte, é o símbolo da Pátria.
BANDEIRA NACIONAL – hasteada e homenageada, é bem mais que um estandarte, é o símbolo da Pátria.

A BANDEIRA BRASILEIRA HASTEADA EM SOLO EUROPEU

Do 32º BATALHÃO DE CAÇADORES (ATUAL 23º BI) partiram, rumo a Itália em 1944 o contingente de 538 homens para a formação da Força Expedicionária Brasileira,
No dia 19 de julho de 1944, em solenidade presidida pelo então General Mascarenhas de Morais, Comandante em Chefe da Força Expedicionária Brasileira (FEB), a Bandeira do Brasil foi hasteada pela primeira vez em solo europeu, dentro do contexto da Segunda Guerra Mundial, no Monte Prano, após seis dias de exaustivas batalhas. Enquanto a tropa entoava o Hino Nacional, o General Mascarenhas hasteava o pavilhão verde e amarelo, cujo drapejar altivo fez bramir aos quatro ventos a participação efetiva da primeira nação latino-americana em uma guerra que decidia o destino da Humanidade.

NA ITÁLIA - No dia 19 de julho de 1944, em solenidade presidida pelo então General Mascarenhas de Morais, Comandante em Chefe da Força Expedicionária Brasileira (FEB), a Bandeira do Brasil foi hasteada pela primeira vez em solo europeu, dentro do contexto da Segunda Guerra Mundial.
NA ITÁLIA – No dia 19 de julho de 1944, em solenidade presidida pelo então General Mascarenhas de Morais, Comandante em Chefe da Força Expedicionária Brasileira (FEB), a Bandeira do Brasil foi hasteada pela primeira vez em solo europeu, dentro do contexto da Segunda Guerra Mundial

COMO HASTEAR O PAVILHÃO NACIONAL 

A bandeira do Brasil tem destaque no dispositivo em repartições públicas e privadas. O responsável pelo hasteamento, de costas para o dispositivo, hasteará no mastro central elevado a Bandeira do Brasil. No lado direito do dispositivo a bandeira do Estado e no lado esquerdo do dispositivo a bandeira do município. 

Em recintos fechados, abrigado do vento, a bandeira deve ser moldada, preparada para ser fixada em posição correta. A faixa que divide a bandeira do Brasil deve ser lida de cima para baixo e da esquerda para a direita. O ORDEM E PROGRESSO jamais deve ser lido de baixo para cima! 

O hasteamento realizado em um auditório ou sala, o dispositivo com a bandeira deve permanecer do lado direito do orador. E como é o lado direito do palco? É o orador que olha para o público. 

Quando em reunião a bandeira não pode estar nas costas das pessoas que estão reunidas em torno de uma mesa. Neste ambiente a bandeira deve estar acima da cabeça das pessoas jamais pode estar oculta pelo corpo das pessoas.

A Bandeira Nacional, hasteada e homenageada, é bem mais que um estandarte, é o símbolo da Pátria.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome