Desdobramentos imprevisíveis

SPUTNIK VITALY PODVITSKY
SPUTNIK VITALY PODVITSKY

A derrubada de um caça-bombardeiro russo por forças turcas em território sírio acendeu o estopim de um conflito com desdobramentos imprevisíveis.

O presidente russo Vladimir Putin declarou que foi uma facada nas costas do aliado turco.

A aeronave era um jato SU-24 de origem russa, informaram fontes presidenciais da Turquia, que disseram que a força aérea agiu de acordo com as regras de violação do espaço aéreo. Segundo a agência russa de notícias RIA, as autoridades de Defesa da Rússia disseram que o avião não violou o espaço aéreo da Turquia.

O órgão do governo russo afirmou que os pilotos dos jatos ejetaram e saltaram de paraquedas até o solo. Segundo a BBC, um dos pilotos morreu já que rebeldes sírios atiravam contra a aeronave, informaram integrantes do grupo 10ª Brigada da Costa. O outro está desaparecido.

Desde que os russos estabeleceram seu próprio espaço aéreo para apoiar o Exército do ditador Bashar al-Assad, um dos principais temores era o de um enfrentamento acidental entre Moscou e as forças ocidentais que operam na área.

“A tragédia do avião russo na Síria terá consequências sérias para as relações entre Moscou e Ancara”, declarou Putin.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome