Defesa Civil já confirma 12 mortes na tragédia do Alto Vale do Itajaí

Enxurrada destruiu propriedades em Presidente Getúlio - foto do Corpo de Bombeiros
Enxurrada destruiu propriedades em Presidente Getúlio – foto do Corpo de Bombeiros

Uma enxurrada destruiu casas, comércios e sonhos de moradores do Alto Vale do Itajaí na madrugada desta quinta-feira (17). Ao menos 12 pessoas morreram, segundo o último boletim da Defesa Civil de Santa Catarina.

Apesar dos alertas de temporal, o volume de chuva foi inesperado e tomou as ruas de algumas cidades do Alto Vale. Encostas desabaram levando a enxurrada ao Rio Hercílio e afluentes, destruindo propriedades no entorno.

Nove pessoas morreram em Presidente Getúlio, o município mais afetado que recebeu 125 milímetros de chuva entre as 22h de quarta-feira e as 6h quinta-feira. Outras duas pessoas morreram em Rio do Sul e uma em Ibirama.

A Defesa Civil mantém o alerta de risco alto de deslizamentos nos municípios do Alto Vale para os próximos dias, que seguirão com tempo instável. As comportas das barragens de Taió e Ituporanga seguem fechadas.

Já foram disponibilizados aproximadamente cinco mil itens de assistência humanitária, incluindo cestas básicas, kits de limpeza e de higiene pessoal, além de fardos de água mineral. O município de Presidente Getúlio decretou estado de calamidade pública por conta da enxurrada.

Equipes de bombeiros e de pronta resposta da Defesa Civil atuam nos municípios afetados, assim como o Instituto Geral de Perícias (IGP).

Doações em Blumenau

A Prefeitura de Blumenau organizou o recebimento de doações em três locais: no Corpo de Bombeiros da Rua 7 de Setembro, na Pró-Família, localizada na Rua Itapirange, e na loja Otto Caça e Pesca, na Rua Theodoro Holtrup, na VIla Nova.

As doações poderão ser feitas até o próximo domingo e a prioridade nesse momento é por doações de alimentos não perecíveis, água potável, produtos de limpeza, colchões e travesseiros. Os donativos arrecadados serão enviados na próxima semana.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome