Com dívida de 65 bilhões operadora Oi entrou com pedido de recuperação judicial

Cabo de rede de internet (Edilson Rodrigues/Agência Senado)

Com dívidas de 65,4 bilhões, a Oi pediu recuperação judicial na Justiça. A empresa tem cerca de 70 milhões de clientes. O consumidor pode ser prejudicado por isso?

Sobre o assunto o Revista Brasil, das rádios EBC, entrevistou o advogado especialista em Defesa do Consumidor e presidente da Associação das Empresas de Radiocomunicação do Brasil (Aerbras), Dane Avanzi.

Ouça a entrevista:

Ele explica a recuperação judicial tem como objetivo interromper a cobrança dos juros bancários, blindar o caixa da empresa e evitar que as receitas sejam sequestradas pelos credores.

“É uma espécie de suspensão momentânea das dívidas, para que a empresa possa se reestruturar, apresentar um plano de pagamento dos credores que vai ser avaliado pelo Judiciário. Se o juiz entender que é o plano é viável declara ser possível”, esclarece.

Segundo Avanzi, a perspectiva do consumidor não é boa. A empresa vai ter dificuldade pra captar investimentos, empréstimos, investir na manutenção da rede, na atualização tecnológica e com o passivo enorme declarado fica cada vez mais difícil.

Com informações da EBC

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome