Colombo corta 242 cargos comissionados e funções gratificadas

Governo do Estado envia à Alesc projeto de lei para transformar SDRs em Agências de Desenvolvimento Regional (Jeferson Baldo / GVG) Colombo
Governo envia à Alesc projeto de lei para transformar SDRs em Agências de Desenvolvimento Regional (Jeferson Baldo / GVG)

Com a promessa de cortar 106 cargos de provimento em comissão e em extinguir 136 funções gratificadas, o o governador Raimundo Colombo apresentou nesta quarta-feira (01) a deputados estaduais um projeto de lei que prevê a transformação das Secretarias de Desenvolvimento Regional (SDRs) em Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs).

“Santa Catarina tem um modelo de desenvolvimento que valoriza as regiões. É uma das nossas maiores qualidades. Esse projeto de lei é um gesto para que os catarinenses compreendam nosso esforço de manter o crescimento e o desenvolvimento do Estado”, afirmou Colombo.

Com a transformação das SDRs em ADRs e a extinção da SDR da Grande Florianópolis, o Governo reduzirá 106 cargos de provimento em comissão, sendo 19 na secretaria extinta, 35 cargos de diretores-gerais e 52 de gerentes das SDRs, além da extinção de 136 funções gratificadas de integrador nas regionais, cargos não preenchidos desde o início do ano.

“A transformação das secretarias regionais em agências significa uma nova etapa do processo de descentralização da administração pública catarinense, com o fortalecimento dos órgãos e otimização das atribuições”, observou o secretário da Casa Civil, Nelson Serpa.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome