Cobrança de estacionamento na Uniasselvi de Indaial é adiada

Protesto de alunos na Uniasselvi de Indaial
Protesto de alunos na Uniasselvi de Indaial

Alunos do polo da Uniasselvi de Indaial protestaram no início da semana contra a cobrança de estacionamento nas suas instalações, localizadas no Vitória Régia Shopping, no bairro das Nações. O serviço seria cobrado a partir do dia 2 de setembro, mas o prazo foi adiado pela pressão dos estudantes.

Os alunos ficaram sabendo da mudança logo no retorno as aulas e os protestos ocorreram de forma espontânea na segunda e terça-feira. A cobrança sempre foi gratuita, mesmo após mudança para o novo endereço em 2018.

A instituição manifestou por meio de nota que a cobrança é do empreendimento, da qual a Uniasselvi é locatária. Também afirmou que “o deslocamento à unidade responsabilidade de cada estudante”. Ainda assim, a cobrança foi adiada em 30 dias, mas os alunos prometem retomar os protestos.

Nota da instituição:

A UNIASSELVI, em relação às manifestações dos estudantes no campus do Centro Universitário Leonardo da Vinci, em Indaial, ocorridas na noite do dia 26 de agosto, acerca da cobrança do serviço de estacionamento, a partir do dia 2 de setembro, por parte da administração do empreendimento Shopping Vitória Régia, informa que continuará oferecendo, no âmbito do contrato de prestação do serviço educacional firmado com cada aluno, toda a infraestrutura necessária para a prática pedagógica dos cursos ofertados naquele local.

 

Desta maneira, a UNIASSELVI, locatária do espaço, salienta que as salas de aula, laboratórios, bibliotecas e demais ambientes pedagógicos são parte integrante do contrato educacional, sendo o deslocamento à unidade responsabilidade de cada estudante.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome