Candidaturas ao governo do estado continuam indefinidas

Ideli e Colombo (Agência EBC)

Até agora só Raimundo Colombo (PSD) é um nome certo para o governo de Santa Catarina. Na última eleição as principais candidaturas foram do PMDB, PSDB e DEM, que formavam a tríplice aliança com Colombo na majoritária contra Angela Amin (PP) e Ideli Salvatti (PT). Nesse ano são só indefinições.

Raimundo vem com tudo

O PSD vem com tudo pela releição de Colombo. O presidente do partido, Gelson Merisio afirma que quer ver PP e PMDB juntos na coligação em torno da releição, uma missão difícil para o partido. A unica certeza é que Colombo deve apoiar Dilma, o que expulsa os tucanos da coligação.

O PMDB é o partido mais forte do nosso estado. Ele deve ficar na aliança com Colombo, mas para isso não admite a entrada do PP na coligação. Outra alternativa é uma candidatura própria ou aliança com o PT. O homem forte do partido, Luiz Henrique, não abre mão do senado e quer a vaga de vice governador.

PT em dúvida

O PT esta na dúvida: pode entrar de vez na tríplice aliança com Colombo ou se aliar ao PMDB para talvez lançar a candidatura própria. O partido no estado afirmou que quer candidatura própria. Porém Dilma, Ideli e Colombo tem amizade colorida. Cláudio Vignatti e Décio Lima são nomes fortes para o estado.

Quem quer tudo nada tem

O PP é outro partido que ainda não definiu seu caminho: já deu ares que apoiaria o PSD, ventilou apoio ao PSDB e até cogitou candidatura própria. Ele pode ser o fiel da balança. Joares Ponticelli um dos principais lideres, afirma que o diálogo ainda esta em aberto e que nada foi definido.

Solidariedade com o PSDB

Por enquanto o PSDB esta com tudo encaminhado para a candidatura do senador Paulo Bauer com o apoio do Solidariedade. Ele quer fortalecer o partido e fazer palanque para o Aécio Neves, candidato a Presidência da República. Se fala ainda de aliança com o PP. Mas eles estão mais pro lado de Colombo.

Com tantas indefinições as próximas eleições no nosso estado poderão ser uma surpresa, e pelo jeito quem ser mais articulado com as alianças poderá subir ao posto mais alto do governo catarinense.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome