Câmara aprova mamografia para mulheres acima de 40 anos

Vereadores em Sessão Ordinária (Renan Olaz)
Vereadores em Sessão Ordinária (Renan Olaz)

Apesar das discussões geradas em torno de uma portaria do Ministério da Saúde que acaba com a mamografia de rastreamento para mulheres abaixo de 50 anos, 13 dos 15 vereadores aprovaram um projeto de Lei de autoria de Marcelo Lanzarin (PSD) que reverte a decisão em Blumenau.

Somente os vereadores petistas Jefferson Forest, ausente, e Vanderlei de Oliveira, que por ser presidente só vota em caso de desempate, não participaram da aprovação.

“A maior importância desta Lei será regulamentar o direito das mulheres a partir dos 40 anos de fazer a mamografia de rastreamento, ou seja, o exame preventivo. Com isso, podemos detectar precocemente a doença”, argumentou Lanzarin a nossa reportagem.

No colo do prefeito

Já que a mamografia de rastreamento para mulheres nesta faixa não será mais bancada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) a menos que for em caso de suspeita e sob prescrição médica, será a prefeitura municipal quem deverá bancar os custos se o projeto for aceito

A proposta ainda deve ser sancionado pelo prefeito para ter validade. Mas os custos e o fato do PL ter sido considerado inconstitucional pela Procuradoria da Câmara, devem pesar na caneta de Napoleão Bernardes (PSDB).

 

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome