BluMob é comunicada sobre possível greve de motoristas e cobradores

A BluMob recebeu nesta quinta-feira (6) um ofício do Sindetranscol, sindicado da categoria dos funcionários do transporte coletivo, sobre possíveis paralisações no serviço. O documento cumpre a exigência de comunicação antecipada.

De acordo com a concessionária, a greve no transporte coletivo de Blumenau, neste momento, representa “prejuízo a toda a população que necessita do transporte coletivo”. Também ressaltou que uma liminar determina 90% do total de trabalhadores em atividade em qualquer dia da semana, em qualquer horário.

A empresa também afirmou que corrigiu salários e benefícios desde 1 de novembro de 2019 em 2,55%, INPC acumulado de 12 meses naquele período. Assim, os salários de motoristas e cobradores foram ajustados para R$ 2.614,85 e R$ 1.530,79. O vale-alimentação, concedido a todos os empregados, passou para R$ 820,40.

Ônibus do transporte coletivo - foto da Prefeitura de Blumenau
Ônibus do transporte coletivo – foto da Prefeitura de Blumenau

Também afirmou que o dissídio coletivo foi proposto junto à Justiça e que tanto empresa quanto sindicato já se pronunciaram. “Assim, sem qualquer necessidade de causar prejuízo e riscos a todas as pessoas envolvidas, confia-se à justiça as discussões que se façam necessárias. É nesta esfera que as partes podem apresentar seus pleitos e os embasamentos para tal e, desta esfera que advirá as soluções”.

Já o sindicato afirmou que os trabalhadores decidiram aprovar estado de greve “podendo paralisar suas atividades a qualquer tempo e forma após o prazo de 72 horas. A decisão ocorreu pela paralisação das negociações, bem como pela intransigência da empresa no atendimento mínimo das reivindicações”.

4 Comentários

  1. Sugestão:O sindicato da classe deveria abrir uma empresa de transporte ou de qualquer seguimento , para dar exemplo a todos empresários, como se trabalha…
    E também formar profissionais para qualquer área …

  2. Mais uma vez a população tendo que pagar pelo erro dos outros , deveria ter outra forma de conseguir negociar do que fazendo greve ou paralisações. Sem prejudicar ambas as partes.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome