Auxílio emergencial pode ter novas parcelas de R$ 500, R$ 400 e R$ 300

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (25) que o auxílio emergencial pode ser estendido para pagar um adicional de R$ 1,2 mil, que serão divididos em três parcelas, de R$ 500, R$ 400 e R$ 300.

“Vamos partir para uma adequação. Deve ser, estamos estudando, R$ 500, R$ 400 e R$ 300”, afirmou o presidente durante sua live semanal nas redes sociais. Ele estava ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes, que também confirmou que a terceira parcela, de R$ 600, que começa a ser paga no sábado (27).

Ao todo, o programa social atende a cerca de 60 milhões de pessoas, e é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, como forma de fornecer proteção emergencial no enfrentamento à crise causada pela pandemia do Covid-19.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome