Aulas retornam nas escolas estaduais do Vale

Nesta segunda-feira, 17, voltaram as atividades nas escolas estaduais da 15ª Gerência Regional de Educação, leia-se Vale do Itajaí. E o ano letivo finalmente iniciou, depois de dois dias protelados por conta da onda de calor que assolou Blumenau até a semana passada.

Nesta segunda, o tempo ajudou, com um clima agradável e um tempo meio chuvoso, apenas o suficiente para refrescar as ideias.

Corpo discente e docente expressivos

A Escola Luís Delfino, localizada no centro de Blumenau, começou o ano com cerca de 1330 alunos matriculados, para um corpo docente de cerca de 57 professores, entre efetivos e contratados (segundo o diretor geral, Antônio Bernardi).

EMI

O destaque da Luís Delfino é a presença de classes do Ensino Médio Inovador, um projeto proposto pelo governo com a intenção de renovar o currículo das séries de ensino médio e ao mesmo tempo captar recursos federais para o desenvolvimento da escola.

Enquanto isso, os alunos ficam mais tempo na escola do que as classes regulares: 5 manhãs e 3 tardes por semana.

Foco no Ensino Médio, sem esquecer o Fundamental

Na nossa região, além do Luís Delfino, apenas o Colégio Pedro II, também em Blumenau, e uma escola da vizinha Pomerode aderiram ao programa inovador.

Mas ainda há o ensino médio regular, que é o “carro-chefe” da escola situada na rua São José. No “Luís” há 15 turmas regulares (apenas no 1º ano do antigo 2º grau), com uma média de 35 alunos por turma.

Farol deseja a todos, mestres e estudantes, um bom ano letivo, apontando sempre para o futuro.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome