Assembleia abre processo de impeachment contra Moisés e Daniela

Plenário da Alesc durante abertura do processo de impeachment - foto de Bruno Collaço
Plenário da Alesc durante abertura do processo de impeachment – foto de Bruno Collaço

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) autorizou nesta quinta-feira (17) a abertura de processo por crime de responsabilidade contra o governador Carlos Moisés da Silva e a vice-governadora, Daniela Reinehr.

As votações ocorreram em momentos separados, sendo que o prosseguimento do processo contra Moisés terminou por volta das 20h43. A motivação é a suspeita de crime de responsabilidade em aumento salarial aos procuradores.

As defesas do governador e da vice negam que tenha havido crime de responsabilidade. A solicitação de afastamento dele e da vice foi oficializada em julho e aponta suspeita de crime em aumento salarial dado aos procuradores do estado em 2019.

Com os prosseguimentos dos processos de impeachment, a Alesc vai montar uma comissão julgadora com cinco deputados, cinco desembargadores e o presidente do Tribunal de Justiça, Ricardo Roesler, que tem voto de desempate.

Testemunhas e defesas serão ouvidas por este grupo, que pode rejeitar o pedido e arquivá-lo ou aceitar. Se aceito, o governador e a vice são afastados por 180 dias. Se todo o processo for concluído neste ano, deve ocorrer nova eleição.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome