sexta-feira, 7 de outubro de 2022
18.6 C
Blumenau

Assassino de mãe e bebê revela detalhes do crime em depoimento

O homem que matou a companheira de 23 anos e o filho de três meses no dia 26 de julho prestou depoimento a Polícia Civil na noite de ontem (8). Ele confessou o crime mesmo após afirmar que não lembrava e que não haveria motivação.

O delegado Ronnie Esteves mencionou que Kelber Henrique Pereira afirmou durante a oitiva que a companheira sempre foi ótima para ele e inicialmente chegou a afirmar que não lembrava e que não teria motivos para executar Jéssica e Theo.

Porém depois relatou que teria deixado a família em casa e saído para comprar drogas. Disse que fez uso das substâncias ao lado da companheira, no sofá. Afirmou também que se desfez de uma parte das drogas e foi dormir junto com a família.

Durante a madrugada teria acordado e atacado a esposa sem motivos. “Jéssica estava de costas para ele. Enquanto ela dormia atacou o pescoço dela, afirmou o delegado. Na cama ainda estava o filho mais velho do casal, de um ano e dez meses.

“Ela veio a desfalecer e diante daquela cena Kleber pensou ‘preciso terminar o serviço’”, aponta o delegado Ronnie. “Ele foi até a cozinha para beber água, volta para o local do crime, puxa a companheira e a joga no chão”, continua.

Kleber então retorna para a cozinha, pega uma faca e segue até o quarto, onde se abaixa e golpeia a esposa. “Ele não sabe ao certo quantas vezes foram”, apontou Ronnie.

Kelber Pereira durante transferência para Blumenau - imagem do DEAP
Kelber Pereira durante transferência para Blumenau – imagem do DEAP

No corpo de Jéssica Ballock haviam lesões profundas e de quase decapitação. “Diante daquela situação, o filho mais novo acordou e começou a chorar”, afirmou o delegado. O autor então teria entrado em desespero com a situação.

Por supostamente acreditar que não daria conta de o bebê, o matou também. A perícia concluiu que ele esfaqueou a criança mais de uma vez. Após os homicídios, pegou o filho mais velho e viajou até São Paulo para deixar a criança com um amigo.

Segundo o delegado Ronnie Esteves, o assassino não queria relatar o que aconteceu, mas por fim acabou relatando os detalhes do crime.

Lucas Baldin
Lucas Baldin
Jornalista e designer gráfico. Atua na produção de textos e audiovisual.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas